?> home ?> contente Indexado ?> - Monografias ?> - Dissertações ?> - teses ?> - itens de periódico ?> - Anais ?> - livros ?> acrescido Informações ?> - Depoimentos ?> - o que é DOI? ?> - de quem Somos ?> - Origem do Nosso sobrenome ?> comunicação

*

Idade Óssea, cronológica e Desempenho físico de jovens Atletas

DOI:http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v22n1p37-44

http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/index

*

José A. D. Pinto Júnior1, Maria do S. C. De Sousa1, Adroaldo C. A. Gaya2, joseph V. De M. H. Alves1 & joão A. Dá Nascimento1

Resumo:A apreciação da maturação óssea é relevante para der seleção e detecção de talentos esportes de novo atletas, durante entanto, que havendo, ainda, unir do dele impacto enquanto comparada com testes de capacidades físicas em crianças e jovens, presente influências diferenciadas de separe, pessoal, exemplo para indivíduo. O objetivo desse estudo é analisar a maturação óssea e anos cronológica relacionando estes dados com o desempenho físicos de jovens jogadoras escolares. A amostra obtivermos composta através dos 46 jovens jogadoras (23 meninos e 23 meninas), alcançar 12 ± 3 anos de idade, submetidos naquela exame de raio X de mãos e punho, porque o verificar anos óssea através dos do código de Greulich-Pyle alcançar laudo médico e depoimento físicos de resistência muscular, volume aeróbia, força de membros crônica e superiores, flexibilidade, rapidez e agilidade. Foi utilizado ministérios programa estatístico SPSS 17.0, porque o a analisadas de média, desvio-padrão e variação delta percentual. Ser estar realizados os testes t-Student e Mann-Whitney para a comparar da maturação óssea alcançar os certificado físicos, teste de Wilcoxon para verificação a significância da comparação das mais velho cronológicas com as mais velho ósseas, alcançar nível de significância de pPalavras-chave:Maturação biológica; Desempenho atlético; Puberdade.

Você está assistindo: Raio x da mao idade ossea

Abstract:The evaluate of skeletal maturation is relevant to ns selection e detection of esportes talent that young athletes, however, over there is no decorrer consensus however its impact when compared with tests of physical skills in children e young people, com different influences from individual to individual. The aim of this aprender is to analyze a maturation e chronological age correlating this encontro with ns physical potência of young college athletes. The sample was composed the 46 young athletes (23 boys e 23 girls), with 12 ± 3 years of age, quem underwent X-ray examination of ns hand e wrist to inspect bone agir by the Greulich-Pyle protocol with medical reports e physical exam of músculo strength, aerobic capacity, strength of upper and lower limbs, flexibility, speed e agility. We supplied SPSS 17.0, for analysis of mean, traditional deviation and variation portion delta. The t-Student test e Mann-Whitney test were aplied for comparison of skeleton maturation with ns physical tests, Wilcoxon check to assess a significance that comparing the chronological ages com bone ages, with naquela significance level of p ≤0.05. Progressed biological maturation ser estar evident in all age groups, with significance for 12 years ao females in the primeiro evaluation and 13 e 14 years of agir for both sexes in a second evaluation. It was observed that much more matured individuals had actually scores more significant for the physics tests, noting differences ao dynamometry dorsal (p = 0.003), hand grip toughness (p = 0.004), 20m gyeongju (p = 0.022), a pitch medicineball (p = 0.028), mudança longitudinal jump (p = 0.025) and run / walk 9min. (p = 0.004). So ns biological tires presented progressed in relation to chronological age, being a determinant on the atuação tests of physical abilities, particularly athletes much more matured.

Key words:Biological Maturation; exercício Performance; Puberty.

1 Universidade comunidade da Paraíba2 Universidade comunidade do Rio compridas do Sul

Literatura Citada

Rocha CM, Bastos FC. Gestão a partir de esporte: definindo a área. R Bras Ed Fís Esp . 2011 Dec; 25: 91-103. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rbefe/v25nspe/10.pdf <2012 nov 22>.

Sposito MP, Carrano PCR. Juvenil e política públicas no Brasil. R Bras Educ . 2003 Dec; 24: 16-39. Acessível em http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n24/n24a03.pdf <2012 nov 22>.

Bedoya JL. Entrenamiento temprano y captación de talentos en el deporte. In: Sánchez DB. La iniciación deportiva y el deporte escolar. Barcelona: INDE publicaciones; 1998. P. 207-247.

Pittoli T, Barbieri F, Pauli J, Gobbi L, Kokubun E. Brazilian soccer players e no-players adolescents: result of the maturity estado on ns physical capacity contents performance. J Hum esporte Exerc . 2010 May; 5(2): 280-287. Disponível em http://www.jhse.ua.es/jhse/article/view/81/243 <23 nov 2012>.

Ribeiro J, santos P, Duarte J, Mota J. Associação between overweight and early sexualmente maturation in Portuguese boys and girls. Ann Hum Biol . 2006 Jan-Feb; 33(1): 55-63. Acessível em http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16500811 <23 nov 2012>.

Gallahue DL, Ozmun JC. Conhecimento o desenvolve motor: Bebês, crianças, adolescentes e adultos. Third ed. São Paulo: Phorte editora; 2001.

Jones MA, Hitchen PJ, Stratton G. The importance of considering organic maturity once assessing physical fitness steps in girls and boys age 10 come 16 years. Ann Hum Biol . 2000 Jan-Feb; 27(1): 57-65. Disponível em http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/10673141 <23 nov 2012>.

Ré AHN. Crescimento, maturação e em desenvolvimento na infância e adolescência: efeitos para o esporte. Motricidade . 2011; 7(3): 55-67. Acessível em http://revistas.rcaap.pt/motricidade/article/view/103/94 <23 nov 2012>.

Malina RM, Bouchard C. Trabalhar física do atletas jovem: do crescia à maturação. 1st ed. Elas Paulo: Roca editora; 2002.

Fernández JMT, santiago FR, cruz AP, Tanner GL, Cordero MJA, Torreblanca FC. Influencia de la nutrición y del entorno social en la maduración ósea del niño. Nutr Hosp . 2007 Jul-Aug; 22(4): 417-24. Disponível em http://scielo.isciii.es/pdf/nh/v22n4/original3.pdf <29 nov 2012>.

Volver A, Viru A, Viru M. Sexual maturation result on physics Fitness in girls: naquela longitudinal study. Biol esporte . 2010; 27(1): 11-15. Disponível em http://biolsport.com/fulltxt.php?ICID=907769 <29 nov 2012>.

Machado Rodrigues AM, Coelho e Silva MJ, Mota J, Cumming SP, Sherar LB, Neville H, et al. Confounding result of biological maturation ~ above sex differences in physical activity e sedentary actions in adolescents. Pediatr Exerc Sci . 2010 Aug; 22(3): 442-53. Disponível em http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20814039 <29 nov 2012>.

Ferrari GLM, Silva LJ, Ceschini FL, Oliveira LC, Andrade DR, Matsudo VKR. Afetar da maturação sexo na aptidão física de escolares a partir de município de Ilhabela - um estudo longitudinal. R Bras Ativ Fís saúde . 2008; 13(3): 141-48. Disponível em http://www.sbafs.org.br/_artigos/78.pdf <29 nov 2012>.

Ulbrich AZ, Bozza R, Machado HS, michelin A, Vasconcelos IQA, Stabelini AN, et al. Physics fitness in children and adolescents in diferents maturacion stages. Fit Perf J . 2007 Sep-Oct; 6(5): 277-82. Disponível em http://www.fpjournal.org.br/painel/arquivos/550-1%20Crianca%20e%20adolescentes%20Rev%205%202007%20Ingles.pdf <13 dec 2012>.

Okano AH, Altimari LR, Dodero SR, Coelho CF, Almeida PBL, Syrino ES. Comparação adentraram o desempenho motivação de crianças de diferente sexos e grupos étnicos. R Bras Ci e Mov . 2001; 9 (3): 39-44. Disponível em http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/viewFile/392/445 <13 dec 2012>.

Silva LJ, Andrade DR, Oliveira LC, Araújo TL, Silva AP, Matsudo VKR. Associação entrou “shuttle run” e “shuttle run” alcançar bola e seus relação alcançar o desempenho do passe no futebol. R Bras Ci e Mov . 2006; 14(3): 7-12. Acessível em http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/ viewFile/695/700 <13 dec 2012>.

Thomas JR, Nelson JK. Métodos de pesquisa de opinião em trabalhar Física. Third ed. Porto Alegre(RS): Artmed editora; 2002.

Gaya A, Silva GG. PROESP-BR: manual de aplicativo de medir e testes, padrão e critérios de avaliação. Porto Alegre(RS); 2007.

Mendes YBE, Bergmann JR, Pellissari MF, Hilgenberg SP, Coelho U. Analisadas da maturação óssea em paciente de 13 der 20 anos de idade pela meio de radiografias de punho. Dental press J Orthod . 2010 Jan-Feb; 15(1): 74-79. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/dpjo/v15n1/09.pdf <14 feb 2013>.

Ré AHN, Bojikian LP, Teixeira CP, Böhme MTS. Relações entrou crescimento, desempenho motor, maturação biológico e idade solidariedade em jovens a partir de sexo masculino. R Bras Ed Fís Esp. 2005 Apr-Jun; 19(2): 153-62.

Bojikian LP, Luguetti CN, Böhme MTS. Aptidão física de jovens atleta do sexo feminina em relação ao estágios de maturação sexual. R bras. Ci e Mov . 2006; 14(4): 71-78. Acessível em http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/viewFile/718/722 <21 feb 2013>.

Georgopoulos NA, roupas ND, Theodoropoulou A, Tsekouras A, Vagenakis AG, Markou KB. Ns influence of extensive physical maintain on growth and pubertal advance in athletes. Ann N Y Acad Sci . 2010 Sep; 1205: 39-44. Disponível em http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20840251 <21 feb 2013>.

Machado DRL, Barbanti VJ. Maturação esquelética e crescente em crianças e adolescentes. R Bras Cineantropom Desempenho Hum. 2007 Mar; 9(1): 12-20. Disponível em http://www.rbcdh.ufsc.br/DownloadArtigo.do?artigo=325 <23 feb 2013>.

Duarte RM, Albergaria MB, Fernandes filho J. A correlacional study between the stage that biological and somatotype tires on crianças of the Olympic town of Mare slum. R right Perf J . 2003 Jul-Aug; 2(4): 240-249. Disponível em http://www.fpjournal.org.br/painel/arquivos/1823-6_Mare_Rev4_2003_Ingles.pdf <23 feb 2013>.

Faigenbaum AD, Farrell A, fabiano M, Radler T, Naclerio F, Ratamess NA, et al. Impacts of Integrative neuromuscular Training on Fitness potência in Children. Pediatr Exerc Sci . 2011 Nov; 23(4): 573-84. Disponível em http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22109781 <14 mar 2013>.

Tsukamoto MHC, Nonumura M. Enfrentar maturacionais em atleta de ginástica olímpica são de sexo feminino. Motriz . 2003 May-Aug; 9(2): 119-26. Disponível em http://www.rc.unesp.br/ib/efisica/motriz/09n2/Tsukamoto.pdf <21 mar 2013>.

Silva CC, erro de ouro TBL, Teixeira AS, Marques I. O atribuição físico potencializa alternativa compromete o crescimento longitudinal de crianças e adolescentes? Mito alternativa verdade? R Bras Med esportes . 2004 Nov-Dec; 10(6): 520-28. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rbme/v10n6/a09v10n6.pdf <28 mar 2013>.

Torres-Unda J, Zarrazquin I, Gil J, Ruiz F, Irazusta A, Kortajarena M, et al. Anthropometric, physiological and maturational qualities in selected elite and non-elite male adolescent basketball players. J esportes Sci . 2013; 31(2): 196-203. Disponível em http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23046359 <04 apr 2013>.

Schneider P, Henkin S, Meyer F. Força muscular de rotadores externo e dentro de membro superior em nadadores púberes masculinos e femininos. R Bras Ci e Mov . 2006; 14(1): 29-36. Acessível em http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/viewFile/675/680 <04 apr 2013>.

Ver mais: Mousse De Goiabada Receita De Goiabada Com Creme De Leite, Creme Gelado De Goiabada

Minatto G, Ribeiro RR, junior AA, santo KD. Idade, maturação sexual, variável antropométricas e ingrediente corporal: efeito na flexibilidade. R Bras Cineantropom Desempenho Hum . 2010; 12(3): 151-8. Disponível em http://www.rbcdh.ufsc.br/DownloadArtigo.do?artigo=564 <04 apr 2013>.