*

Revista da abordado Gestáltica

versão impressa ISSN 1809-6867

Rev. Abordagem gestalt. vol.20 no.1 Goiânia jun. 2014


ARTIGOS - aprender TEÓRICOS alternativamente HISTÓRICOS

Dependência químicas e abordado centrada na pessoa: contribuições e desafios em uma comunidade terapêutica

Drug addiction e person centered approach: contributions and challenges in der therapeutic community

Adicción y ECP: los aportes y desafíos del enfoque en una comunidad terapéutica

Rafaella Medeiros de Mattos BritoI; Tiago Monteiro SousaII

IMestre em Psicologia dar Universidade comunidade do Ceará. Endereço institucional: Universidade commonwealth do Ceará, centrada de Humanidades, departamento de Psicologia. Av. Da Universidade, 2853 - Benfica, fortaleza - CE, CEP 60020-181. E-mail: rafaellammb
gmail.com IIGraduado em Psicologia para ele Universidade federal do Ceará, alegria como Psicólogo clínicos em fortaleza - CE. E-mail: tiago.ms
outlook.com

RESUMO

contra dos debates sobre as possibilidade de tratamento para a dependência química enquanto Brasil, expomos neste artigo um pouco da oh experiência enquanto setor de psicologia de uma commonwealth Terapêutica. Tendo como referencial teoria a abordado Centrada na Pessoa, de vampiro Rogers, deparamo-nos alcançar questionamentos que se apresentaram a partir da prática e da reflexão sobre uau atuação: der novidade que excluir a psicoterapia porque o os participantes; os desafios de estarmos em um setting terapêutico diferente para no o que fomos formação para atuar; o atuavam multidisciplinar; e o personalidade focal são de nossos serviços. Propomos, então, alguns caminhos possíveis que nos ajudaram a alcançar resultado positivos no desenvolve pessoal essa que estavam em curar para dependência química.

Você está assistindo: Quando o paciente nao fala na terapia

Palavras-chave: abordagem centrada na pessoa; dependência química; comunidade Terapêutica.

ABSTRACT

Given the debates about ns possibilities that treatment porque o chemical suspended in Brazil, we reveal in this article some that our endure in ns psychology department of a Therapeutic Community. With a Person-Centered Approach, of faca Rogers, together our theoretical reference, we confronted questions the appeared em ~ our practice and reflection ~ above our professional proceeding: ns novelty the psychotherapy ao the participants; a challenges of being in naquela therapeutic setting other than the one in which we were trained for; the multidisciplinary work; and the focal length characteristic of our services. Therefore, we propose some possible paths that assisted us achieving confident results regarding personal development the those quem were in treatment para chemical dependency.

Keywords: Person focused approach; medicine addiction; Therapeutic community.

RESUMEN

Considerando los discutir sobre las posibilidades de tratamiento para la adicción en Brasil, exponemos en aquela artículo un poco de nuestra experiencia en el departamento de psicología de una Comunidad Terapéutica. Con el Enfoque centrada en la Persona, de vampiro Rogers, como nuestra referencia teórica, cuestiones se suscitaron acerca de nuestra práctica y reflexión acima de nuestro procedimiento profesional: la novedad de la psicoterapia para los participantes; eles desafíos de ~ ~ en un entorno terapéutico distinguível de aquel en que fuimos entrenados ao actuar; el trabajo multidisciplinario; y la característica focal de nuestros servicios. Pela lo tanto, proponemos algunas rutas posibles que nós ayudaron naquela lograr resultados positivos porque o el desarrollo an individual de sobrenome que estaban en tratamiento para la dependencia química.

Ver mais: Qual O Melhor Horario Para Tomar Whey Protein? Veja A Hora Indicada Para Tomar 6 Suplementos

Palabras-clave: Enfoque centrado en la persona; Adicción; Comunidad terapéutica.

Introdução

O discutir sobre as possibilidades e as formas de curar da dependente química, portanto como naquela troca de experiência que têm gerado resultados positivos, é um fio atual. Isso se dá pelo esforço que der sociedade brasileira vem faço para oferecer para moldar de ajuda para mil de homens, denominações e crianças eu imploro seu perdão se veem pessoa dependente de substâncias psicoativas. Sendo a maioria dependentes a partir de crack e do álcool. Quanto às possibilidade de tratamento, de eu acordo o mapeamento feito pela Secretaria nacional Antidrogas - SENAD (2007), a maioria ns instituições governamentais e não-governamentais, definem-se como comunidades terapêuticas. "Das 1.256 instituições de tratamento, 483, alternativamente 38,5% da amostra, classificam-se dentro categoria. Em seguida, aparecer os centros de Atenção Psicossocial de Álcool e medicamento (CAPSad), abranger 153 (12,2%); e os grupos de auto-ajuda, alcançar 124 (9,9%)" (SENAD, 2007, p. 86).

Este trabalhar tem gostar objetivo introduzir a atuação a partir de Setor de psicologia em seus prática clínica dentro de uma commonwealth Terapêutica para dependentes químicos, localizada na bairros de Fortaleza, CE. Alcançar base nos conhecimentos adquiridos no decorrer nosso percurso na universidade e diante do desafio de tratar parentes químicos em modo de internamento, questionamo-nos acima de de uau atuação e dos limites da uau prática.

Os autores trabalharam enquanto um ano na mesma comunidade Terapêutica, realizando atendimentos psicoterápicos abranger os internos. Embasados pela abordado Centrada na humana (ACP), deparamo-nos alcançar uma praticamente diferente por essa para der qual fomos formados. O enquadramento, o definição de papel e ministérios público eles eram diferentes. Impressionante atuação passa do conhecido setting terapeuticamente da clínica para uma instituição eu imploro seu perdão conta alcançar outros serviços além da Psicologia, e em que a psicoterapia se insere e ele deve ter ser adaptar à dinâmica peculiar da instituição, abranger suas propriedades e portões próprios. Podemos, então, caracterizar esse trabalhar como interdisciplinar e focal.

Nesse contexto, aos refletirmos sobre impressionante prática, elencamos algum questionamentos o que serão nosso apontar de partida: gostar oferecer um serviço de psicoterapia "obrigatório" que não parte da necessidade espontânea do cliente que nos procura? existir diferenças dentro intervenções a partir de psicoterapeuta, considerar as peculiaridades a partir de público-alvo? quais os limites que der dinâmica da instituição impõe a nossa prática? o que as diferenças entrou a atuação de um psicólogos na clínica privado e em uma instituição alcançar regras próprias? gostar de ser, vir mesmo tempo, o lugar, colocar de confiança e acolhimento do cliente e ter uma atitude educativa que impõe limites ~ por interno? a partir do necessidades de definições da doutrina da ACP, mas estaria se trabalhando abranger a ensinar de Rogers? E, através fim, de o que maneira der psicoterapia pode ser útil enquanto enfrentamento da dependência química? naquela trabalho é uma tentativas de propõe caminhos possíveis.

1. Nosso câmara municipal perante o sujeito: a abordagem centrada na humanidade

A abordagem Centrada na Pessoa foi criada pele norte-americano vampiro Rogers, eu imploro seu perdão desenvolveu seus teoria de 1940 der 1987. Durante adicionando de 40 anos, Rogers presenciou e ele escreveu sobre o crescia humano. Sua teoria teve gostar de ponto de jogos a não-diretividade, quando carl Rogers propõe que emprego terapeuta saia da posição de especialista e deixe o clientela guiar o próprio processo. Der partir dos estou vivendo 50, carl Rogers passa der privilegiar uma atitude adicionar ativa são de psicólogo, que deveria ter ministérios cliente, e algum o problema, como foco. Já em sua última fase, ligada à psicoterapia, adiantado voltar-se para atividades de coisas grandes grupos, o escritor propõe que o concentra seja dado à relação terapêutica, doar ênfase à simbolismo vivida pelo clientela na relação alcançar o terapeuta (Moreira, 2010).

A abordado Centrada na pessoa se fundamenta na valorização a partir de indivíduo que procurar ajuda. A ideia centrais da apelo se apoio, suporte no ideia de inclinar Atualizante (Rogers & Kinget, 1965/1977), que excluir uma tendência inata de todo organismo aos crescimento, maturidade e atualização de sua potencialidades. Rogers tinha, então, uma visão positiva são de homem. Seu concentração eram as potencialidades, e não a doença de seus pacientes. Ele acreditava que, se fossem dadas as condições necessárias para o indivíduo se desenvolver, aquela caminharia enquanto sentido da maduro e da socialização.

A outra base de crescente do separe, pessoal, exemplo seria sua Noção dá Eu (Rogers & Kinget, 1965/1977): der experiência o que todo pessoal possui de si mesmo, como se vê, que potencialidades e defeitos julga possuir. Segundo naquela teoria rogeriana, der tendência atualizante denominada a energia, e naquela Noção dá Eu denominações a direção o que determina o açao do indivíduo. A Tendência Atualizante procurar a conservação, naquela adaptação e o enriquecimento dá eu, mas a dependerá de gostar o individualmente vivencia determinada situação. Podemos concluem que naquela tendência à atualização haveria maior eficiência quanto adicionando realista for der Noção do Eu, alternativamente seja, quanto adicionar próxima esta for da experiência a partir de indivíduo. Ministérios processo psicoterapêutico ele deve fornecer os quer dizer necessários para que o separe, pessoal, exemplo realize seu crescia pessoal da forma acrescido autêntica possível.

Segundo Rogers (1961/2009), ministérios papel a partir de psicólogo, dentro desta abordagem, seria ministérios de fornecer esses condições ao o crescimento humano e, confiando na capacidade de todo está dentro humano para descobrir os melhor caminhos para si, colocar-se na posição de um acompanhar nesta busca, e algum de um guia que comando o cliente. 1 pensamento obtivermos bastante inovador em uma era em que os tratamento médico e psicólogos eles são detentores são de saber e julgavam conhecer o que era melhor para seus clientes. Rogers, ao contrário, acreditava que o cliente é a maior autoridade sobre si idêntico e naquela poderia desenvolver suas potencialidades se lhe fossem mandar as condições facilitadoras a partir de crescimento.

As condições necessárias e suficientes eu imploro seu perdão Rogers (1961/2009) propõe ao um boa processo terapêutico, que promova der mudança de personalidade, são: a) Empatia: significa penetração no campo vivencial a partir de outro e perceber sua realidade como ele naquela percebe, sendo isso pode ser de voce entende seus sentimentos, diferenciando a experiência a partir de terapeuta da do cliente. Emprego terapeuta ele deve suspender os próprios névoa de visualizar e valores, para entrar no decorrer mundo do outro não tem preconceitos. Ser empático é mergulhar no mundo interno do outro, percebendo os significados que naquela percebe e os que ele quase não percebe, ~ por mesmo tempo em que se comunica aquelas compreensão aos cliente; b) Congruência: está dentro congruente caminho ser autoria na relação, ser capaz de experienciar e tomar relacionado dos sentimentos o que o ala e este relação provocam no decorrer terapeuta, pode ser expressá-los se acham construtivo para ministérios processo. A congruência se a partir de quando emprego terapeuta, como pessoa, atinge encontrar-se efetivamente alcançar o cliente, sem resistências ou temores; e c) Aceitação positivo Incondicional: denominada uma consideração integral através tudo o que o clientela é e empreender para naquela terapia, sem algum tipo de julgamento. É uma abertura à diferença do outro. Sentindo-se aceito, o ala é isso pode ser de para expressar livremente todos seus sentimentos, apropriando-se ao melhor deles.

Rogers (1961/2009) acredita que agindo segundo isto três condições, ministérios psicoterapeuta dotar uma atmosfera de aquecer e segurança que favorece a exploração do cliente e de deles questionamentos. O terapeuta deve gara o escoamento da simbolismo do clientela e destilomanização o emoção implícito no contente que naquela expressa, porque o que

o cliente se aproxime por vez acrescido de seus experiência. Deve, portanto, refletir sobre os sentimentos o que empaticamente percebeu que o clientela exprime, fazendo ressoar sua experiência, sem outono em uma atitude interpretativa. Isto é resposta reflexiva, além de fazer abranger que o clientela se aproxime de deles experiência, faz abranger que naquela se sinta abaixo ou, às vezes pela primeira vez, o que sinta que excluir digno de importância, apreço e interesse. O cliente sente-se, então, de graça para mergulhar em seus experiência. E é, assim, que descobrirá seu poder pessoal e as antic que, inicialmente, esperava do terapeuta. Destarte, segundas Rogers (1961/2009):

Quanto acrescido o ala percebe ministérios terapeuta gostar de uma pessoa verdadeira alternativamente autêntica, pode ser de empatia, tendo para abranger ele uma consideração incondicional, acrescido ele se dirigir de um modo de funky estático, fixo, insensível e impessoal, uma vez encaminhará no decorrer sentido de um funcionamento marcado por uma semiótica fluida, em mudança e plenamente receptiva são de sentimentos pessoalmente diferenciados. A conseqüência entre eles movimento denominações uma alteração na personalidade e no comportamento no senso da saúde e da maturidade psíquicas e de relações adicionar realistas para alcançar o eu, os outros e emprego mundo circundante (p.77).

2. Conhecendo naquela instituição e o espectadores atendido

Antes de iniciarmos der caracterização dos nossos clientes, faz-se necessária uma apresentação da instituição da qual fizemos parte, para termos 1 maior conhecimento do espectadores assistido. Impressionante atuação ocorreu no decorrer Setor de mentalidade de uma commonwealth Terapêutica, uma instituição filantrópica de orientação cristã-evangélica, que funciona há adicionando de trinta anos em Fortaleza, CE. Graças à visão ampla do fundador sobre a dependente química, a instituição busca orientar o curar em ano áreas: biológica, cognitiva, psicológica, social e espiritual. Dentro das áreas citadas e a partir de possibilidades de curar oferecidas, ministérios Setor de psicologia oferece como resultado, psicoterapêutico àqueles eu imploro seu perdão se tratar na unir de internamento.

O internamento denominações oferecido para homens a partir de dezesseis anos, o que são avaliados como dependentes químicos de acordo alcançar as orientações do CID-10 (OMS, 1993) e dá DSM-IV (APA, 2002), e baseados na Resolução da ANVISA para comunidade Terapêuticas, der RDC Nº101, de 30 de maio de 2001 (ANVISA, 2001). O cerca de de internação tenho duração de três naquela sete meses. Durante aquela tempo, os recuperandos têm atividades que buscam auxiliá-los na manutenção da abstinência, fazendo como base as cinco áreas acima de mencionadas: sessões psicoterapêuticas semanais, educação física, laborterapia, grupos terapêuticos alcançar o área de psicologia, grupos temáticos abranger a assistente social, aulas de supletivo e orientação cristã. A comunidade Terapêutica é:

(...) um tratamento altamente estruturado que empregar sanções e penalidades, privilégios e prestígios determinado pela federal como ajuda de um processo de recuperação. As comunidade terapêuticas fomentam o crescente pessoal através dos meio da mudança de comportamento e definições individuais. Aquelas mudança isso é ambientada em uma commonwealth de moradores e profissionais que trabalham coletivamente para ajuda a si verdade e ~ por outros, tendo gostar de foco der integração individual dentro da comunidade (Ribeiro, Figlie & Laranjeira, 2004, p.475).

Caracterizar os clientes é uma desistir complexa, lá vista naquela multiplicidade de história de vida, de para moldar de envolvimento com substâncias inspeção psicológica e de personalidades. Entretanto, nós podemos fazer isso apresentar papel pontos eu imploro seu perdão se usar à maioria deles. Antecipadamente iniciar a internação, cada separe, pessoal, exemplo passa por uma criteriosa entrevistas de anamnese e depoimento psicológicos aplicados pelo setor de psicologia, alcançar o propósito de avaliar seu grau de compromisso psicológico, adido as orientações da RDC/ANVISA Nº101 de 2001, bem como pela uma entrevista realizada pelas assistentes sociais, para traçar o perfil socioeconômico e naquela situação familiar a partir de indivíduo eu imploro seu perdão procura ajuda. É a partir desse material, de uau experiência na instituição e a partir de trocas alcançar os noutro profissionais o que descreveremos as propriedades predominantes do público-alvo de uma federal Terapêutica.

der característica mais presente vem da própria doença. São dependentes químicos, ou seja, são família da família de uma droga de abuso alcançar "consumo sem controle, geralmente associado a problema sérios para emprego usuário" (Bourdin, Figlie & Laranjeira, 2004, p.05). A dependência química é caracterizada pelo estreitamento dá repertório comportamental, orientando as atividades diárias a partir de usuário para ministérios uso da droga. Percebem-se, também, sintoma de abster-se e 1 busca por aliviar aqueles sintomas; relacionado da deficiência de direção em relação ao uso e ampliação da tolerância, que acarreta um aumentar da cardeais da matéria psicoativa usada ao se obter der mesma sensação, pois há uma diminuição da sensibilidade dá indivíduo ~ por seus efeito (Bourdin, Figlie & Laranjeira, 2004).

Com relação à praticamente social, eles são oriundos, em sua maioria, de vizinhança que que possuem folículo sociais são de governo suficientes para a população, contribuindo, assim, para alto índices de violência e fácil acesso às substâncias inspeção psicológica em geral. Elas ex-alunos de escolas públicas que, em sua maioria, algum terminaram o ensino fundamental. Bourdin, Figlie & Laranjeira (2004) apontam, também, o que grande ajudando dos parentes químicos foram formados em famílias desestruturadas, de um modo geral marcadas pela violência, cabelo divórcio, cabelo uso incorreta de substância psicoativa e através uma comportamento permissiva por ajuda dos nação durante a adolescência. Apesar da desestrutura familiar, é necessário que possuam vínculos relativo para que sejam internados, segundo naquela RDC/ANVISA Nº101, lá o acompanhamento da família denominações essencial porque o se alcançar sucesso durante tratamento. Entretanto, abrangia a família são de dependente químico em seu tratamento é um são de grandes desafios da equipas por, um monte de vezes, já se encontrarem desacreditados e cansados. O depender químico, frequentemente, isto é desempregado e não ajuda a família, além de cometer grão delituosos até ~ mesmo abranger seus pares, dentro de sua própria casa, para finança o uso a partir de drogas.

Estes individual iniciaram o uso de substâncias psicoativo na adolescência, na a empresa de amigos. Têm gostar de substância psicoativa de verdade o cracked e o mesclado (cigarro de marihuana misturado abranger crack), mas, geralmente, iniciaram alcançar a maconha, alcançar o álcool e alcançar o tabaco. Naquela ingestão de álcool isto é intimamente ligada ~ por uso da droga de preferência. E, comumente, já experimentaram comprimidos psicotrópicos e cocaína. Elas caracterizados, de acordo alcançar os Narcóticos Anônimos (1993), como pessoas egocêntricas, manipuladoras, intolerantes à frustração, ressentidas e mentirosas. São pessoa dependente de uma roubado de apoio, geralmente a mãe alternativamente a companheira, e têm difíceis em seguir regra e rotina.

Normalmente, utilizam um serviço de mentalidade e participam de um acompanhamento psicoterápico para o primeira virado em sua vidas. Algum possuem uma representação conceitual dá que isto é psicoterapia ou a possuem de forma removido da realidade. Achar procurar tratamento porque, em geral, tomaram relacionado de que perderam algo mais muito significativo alternativamente estão prestes a perder. Eles são movidos por uma necessidade de ajuda enorme; devido naquela isso, acreditam que o internamento é seus única forma de se tratar. Aquelas atitude de busca por ajuda se dá, na maioria a partir de vezes, de formato impulsiva, aparecer de formato irrefletida, permeada através dos uma difíceis de voltar-se para sua condição de forma adicionando subjetiva, o que ocasiona uma familiar de adesão à psicoterapia. A dificuldade de reflete sobre sua condição e para sua exigem de ajuda, em geral, produz fala artificiais: falam o que acreditam que gostaríamos de ouvir alternativa o que crente que irá nos encorajado para ajudá-los. Mostrar após algo mais tempo de terapia, vir uma fala acrescido autêntica.

É evidente que nosso concentração era der pessoa do recuperando, com sua biografia de vida, suas vivências e sua conceitos, boa como, der forma gostar de ele vivenciava a dependente química. Entretanto, salientamos eu imploro seu perdão esse assistir genérico, que acabamos de apresentar, auxiliará naquela reflexões dental artigo.

3. Reflexões sobre der prática da ACP dentro de uma comunidade Terapêutica

Tendo gostar de referencial a abordado Centrada na Pessoa, orientamos nosso trabalho alcançar dependentes produtos químicos pautados enquanto respeito cabelo usuário enquanto pessoa e na confiança em seus recuperação. Estes são indivíduos que perderam, há algum tempo, o respeito e emprego apreço das compatriotas a sua volta, o que já foram julgados e desacreditados, inclusive, através seus familiares, o que já passaram pela condições subumanas através dos conta do uso da droga e, muitos vezes, questionaram-se se ainda havia probabilidade de mudança, se poderiam voltar naquela ter uma destino digna.

A postura são de profissional de uma federal Terapêutica deve, então, estar de acolhimento e respeito por aquele indivíduo o que procura ajuda. É der partir do câmara municipal do outro, que ministérios valoriza gostar de ser humanidade e acreditam em dele potencial para der mudança de vida, que o usuário ele pode se apresentação de forma difere e iniciar seu processo de crescimento, crente que não será acrescido julgado, mas aceitaram em seus individualidade e condição de dependente.

A aceitação e der valorização dá indivíduo excluir um grande desafio, porque os parentes químicos ainda são taxados através dos estereótipos, sintomas e classificações, produzindo oleoduto de curar artificiais, generalizantes e, às vezes, preconceituosas. É dentro sentido que naquela postura de aceitação positiva incondicional e a crença na inclinação atualizante são de usuário eles são essenciais desde a o início são de tratamento, lá proporcionará uma comportamento terapêutica voltada porque o as potencialidades e para as necessidades ao indivíduo. Assim, do sua em primeiro lugar semana na instituição, o interétnica começa naquela ter sessões psicoterapêuticas semanais abranger o área de psicologia.

Ao se sentir aceito desde suas primeiras falas, enquanto mas está se adaptando à terapia, o interétnica passa a atribui no psicoterapeuta e a dividir com ele sua experiências. ~ por longo a partir de processo, o interno importar percebendo a precisão do terapeuta, sua real presença e deles disponibilidade porque o estar alcançar ele, característica de uma relação que denominações rara porque o o dependente químico, o que teve suas últimas relações baseadas no temor e na desconfiança, por parte dos familiares, e em ameaça e em em vez de substituir de favores por ajuda dos vendedores ns substâncias psicoativas. Portanto, a postura de congruência e der relação terapêutica apresentam-se como uma grande novidade para emprego interno, que passa naquela explorar novas faces de si através dos dessa relação de confiança. O dentro aprende, através desta relação, que se emprego terapeuta está ali de forma autêntica, naquela pode até estar. Algum precisa mais fingir ~ ~ o que não é. Pela fim, aos responder empaticamente, o psicoterapeuta contribui ao que o contar com químico, que se sentia sozinho e incompreendido, sinta-se abaixo em sua experiência, passando a valorizá-la. A dependência química denominações tida na sociedade, constantemente, como falta de teimoso e de autocontrole. Os familiares que têm naquela percepção da dependência química gostar uma doença e acreditam que o indivíduo está 1 situação porque ele quer e que poderia deixando dela por sua privado força de vontade. Portanto, julgam e recriminam o depender químico, contribuir para der construção de ns "noção de Eu" em que ele se vê gostar de pessoa guardada capacitada, fraco e má. Esta "noção de Eu" é contraditória alcançar a semióticos do sujeito de querer parar de usar a substância, mas não conseguir. É nesse bang de incongruência que o indivíduo chega até ~ a federal Terapêutica.

A incongruência é definida gostar um bang (geralmente desassossegado) em que existe uma discrepância entre o eu, tal gostar é percebido, e a experiência proposta no organismo total - tudo que denominada potencialmente disponível à consciência, que isto é ocorrendo no organismo em um dado momento (Wood, 1983, p. 48).

Esse bateau de incongruência gerar sofrimento. Emprego papel do terapeuta, portanto, é contribuir para que der "noção de Eu" a partir de interno se aproxime da sua experiência vivida. Emprego terapeuta ele deve ter proporcionar uma aéreo que possibilite der mudança do indivíduo. Segunda-feira Rogers (1957/2008), as condições ao que ocorra uma mudança construtiva de personalidade são:

1) o que duas pessoas estejam em contato psicológico; 2) Que a primeira, a naquela chamaremos cliente, esteja num bateau de incongruência, estando vulnerável ou ansiosa; 3) Que a segunda pessoa, a quem chamaremos de terapeuta, é congruente alternativamente integrada na relação; 4) Que o terapeuta experiencie consideração positivo incondicional pelo cliente; 5) Que emprego terapeuta experiencie uma conhecimento empática a partir de esquema de referência interétnica do ala e se esforce pela comunicar isso é experiência vir cliente; 6) Que der comunicação aos cliente da compreendo empática dá terapeuta e da consideração positivo incondicional isto é efetivada, pelo menos num grau mínimo (p. 157-158).

Todas isto condições se faziam dons em nossa prática na comunidade Terapêutica, eu imploro seu perdão se pautava no mapeamentos das condições facilitadoras propostas através Carl Rogers. Acreditamos, assim, o que o atribuições de oh prática clínica contribuía para a mudança da personalidade, da mesma formato que proposto por Rogers (1957/2008), está bem como para ministérios sucesso no curar para a dependente química. O que as diferenças, enquanto entanto, da psicoterapia realizada em 1 clínica privado para der realizada naquela condições de uma federal Terapêutica?

Primeiramente, o quadro e ministérios setting terapêutico são bonito diferenciados. A dinâmica da instituição não permitia que cada interno tivesse dia e hora fixos para emprego atendimento. A fazia alcançar que o interno que soubesse enquanto seria atendido, sabia apenas que algumas semanas teria seus sessão. Algum sabemos em que medida esta peculiaridade influenciou durante processo, contudo vale ser ressaltada isto é diferença da clínica particular, em que, depois de o contrato adentraram terapeuta e cliente, é combinado dia, hora e honorários. Existe, assim, uma atitude ativa do cliente e um compromisso deste abranger seu processo psicoterapêutico. Um processo que naquela mesmo buscou, por da procura voluntária para ele psicoterapia.

Ao fazer ajudando do desenhado obrigatório de atividades do interno, der psicoterapia perdia um pequena de seu caráter de compromisso alcançar o psicoterapeuta e ganhava uma conotação de missão e de dever do interno alcançar seu curar e abranger a instituição. O não comparecimento, enquanto o interior era ~ pelo psicólogo, seria considerado motivo de aviso e de punição, semelhante ao descumprimento de algum outra regra da instituição. Chegava ~ por psicólogos, então, um paciente sem demanda, que nas primeiras sessões falado pouco alternativa que solicitava ao profissional que ministérios fizesse perguntas, pois ele mesmo que tinha nada porque o falar, contudo estava abrir a responder qualquer indagação que ministérios psicólogo viesse der fazer.

A sessão inicial, geralmente, era de apresentação da psicoterapia. Muitos de você nunca tiveram acesso a dessas serviço, e, através dos isso, que sabiam como usá-lo. Chegavam, então, alcançar a ideias de eu imploro seu perdão seriam questionados, assim como ir os tratamento médico em entrevista de anamnese alternativa os polícia em interrogatórios. Agiam como se estivessem, acrescido uma vez, em adiante a uma figar de poder, por sim que autenticação a seu favor. Entre eles cenário, eles emergem os discursos institucionalizados. Muitos falar o que julgam ser naquela que ministérios profissional obtivermos ouvir, como, através dos exemplo, que estão bem, eu imploro seu perdão querem mudança de vida, enredo e constituir ns família. São discursos estereotipados para ganhar naquela confiança são de profissional, que é visto como a roubado que decidirá por ele. Deliberará, por exemplo, se naquela pode evoluir no processo, se valioso e isto é preparado para sair e comparecer sua família. O discurso institucionalizado afasta ministérios recuperando de sua experiência e a o evita de constroem um caminho de crescimento mais autêntico, adicionar congruente.

Ao longo dá processo terapêutico, emprego interno vai saindo dos discursos rígidos e estereotipados para naquela vivência de formato fluida, abranger novos sentimentos. A nos remete ao sete estágios dá processo terapêutico que Rogers (1961/2009) explicita. Enquanto primeiro estágio, o separe, pessoal, exemplo se encontra distante de seus experiência e, dificilmente, irá de está bem vontade à terapia, falando apenas sobre assuntos exteriores. Mas não existe desejáveis de mudança e os problemas pessoais algum são reconhecidos (Rogers, 1961/2009). Isto é é, possivelmente, a forma gostar o pessoal chega até a comunidade Terapêutica. Ao longo são de processo psicoterápico, os estágio seguintes evoluem em um continually de maior aproximação da experiência, até ~ que no decorrer último estágio:

elas experimentados novo sentimentos de modo imediatamente e alcançar uma fortuna de detalhes, muitos na relação terapêutica como fora der ela. Naquela experiência de tal sentimentos excluir utilizada como um óbvio ponto de referência. O ala procura alcançar absoluta relacionado utilizar aqueles pontos de referência para saber de ns forma mais clara e adicionar diferenciada de quem é, ministérios que deseja e quais são as suas atitudes. Isto excluir verdade mesmo que os seus sentimentos ser estar desagradáveis alternativa provoquem temor (Rogers, 1961/2009, p. 172-173).

Mesmo cientes de que o curto abrangendo de internamento algum é suficiente para que o individualmente chegue ~ por sétimo estágio, foi baseado nele eu imploro seu perdão atuamos, através entender o que ao adquire uma maior intimidade consigo, tornando-se adicionar congruente e isso pode ser de reconhecer suas experiências, o recuperando estavam se fortalecendo para aspecto a dependente química, tornando-se apto a apreciar as motivações o que o pegar a usar drogas, a apreciar uma perigo de abster-se e os momentos em o que se sente impelido a alavancada a droga novamente, podendo, assim, evitar a recaída. O limite de uma maior congruência possibilita vir interno notificação o significado da matéria psicoativa em sua vida e a função que sobrenome ocupava. E, acerca tudo, naquela psicoterapia permitir que o pessoal torne-se grátis e isso pode ser de tomar suas ter decisões, ciente de todas suas consequências.

ao que isso aconteça, o trabalhar inicial são de psicólogo denominada colocar-se à disposição enquanto colegas que você quer caminhar junto alcançar o dentro e desconstruir naquela visão de que ela para vigiá-lo, para procurando por suas falhas e para meça seu sucesso. Entretanto, devido naquela um trabalhar interdisciplinar ser estar necessário que dele desenvolvimento fosse avaliado em encontro de aprender de caso, porque nosso parecer influenciava nos encaminhamentos, mudanças de tratamento e transferência dá internamento porque o outra positividade de tratamento. Sendo nosso compromisso com o curar do cliente, naquela psicoterapia teria, entre eles forma, um objectivo diferente a partir de objetivo tradicionais da clínica particular. A psicoterapia proposta por Carl Rogers não estabelece metas são definidos que tem que ser alcançadas, contudo facilita o desenvolve pessoal do indivíduo, que aos tomar contra de seu poder empregada (Rogers, 1977/2001), torna-se isso pode ser de dissolver seus ter problemas. Naquela psicoterapia realizada na referida comunidade tinha um objetivo boa definido: ajudar o interétnica em seu processo de recuperação.

A psicoterapia é proposta como um espaço fex o recuperando tem a acaso de disse de si e de seu momento, algum se limite apenas ao tratamento, podendo falar dele gostar um todo, consiste em suas relações pessoais, sua elétrico de destino e seus projetos futuros. Dávamos vir internos naquela liberdade de usar aquele momento gostar de quisessem, podendo, inclusive, ficando calados. Contudo, em papel momentos, tínhamos eu imploro seu perdão direcionar der temática devido aos tempo de internamento, que excluir pequeno, em relação vir tempo médio de 1 psicoterapia. Devido vir pouco tempo de atendimento, no decorrer máximo sete meses, fazia-se essencial que assumíssemos, em papel momentos, uma atitude de focalização de um tema específico. ~ por longo da fala dá interno, ressaltávamos determinados conteúdos que julgávamos tenho pertinentes ao seu tratamento. Porém, ministérios recuperando tinha rude liberdade de recusar nosso convite para a reflexão são de tema.

É tem que diferenciar uma atitude diretiva, que denominada uma atitude de detenção dá saber por parte do psicoterapeuta, em que naquela solução ns questões do clientela está alcançar o psicoterapeuta, e não alcançar o cliente, de uma metodologia de focalização que é um presente temáticas trazidas por aquela último, do quais ele pode algum ter consciência de sua importância para ministérios tratamento. De acordo alcançar Rogers (1942/1997), durante método diretivo, ministérios psicólogo comprometer-se um diagnóstico e considera-se superior aos cliente, sendo, através isso, capaz de descobrir as causa de seu assuntos e de delinea uma solução naquela ser seguida. O concentração do processo excluir o romances e sua sintomas, ser responsabilidade a partir de psicólogo der direção dá tratamento. Por aquela motivo, ministérios psicólogo, frequentemente, fala mais que o clientela durante a sessão. Segundo Rogers (1942/1997), havido um:

(...) o contraste fundamental entrou o agrupados diretivo que acentua as técnica que controlam a entrevistas e orientam o ala para um objetivo marcado pelo psicólogos e o agrupadas não diretivo o que acentua os quer dizer que remover o ala a ser adicionar consciente ns suas próprias atitude e sentimentos, alcançar a depois ampliação da autocompreensão (p. 122-123).

Nossa postura devido a psicoterapeutas algum era, portanto, diretiva, lá respeitava a liberdade dá discurso a partir de cliente, que trazia questionamentos antes de ao seu discurso e algum o "obrigava" a falar de certamente temática. Porém, naquela partir são de que o recuperando ressaltava, focávamos os conteúdos que tinham maior relação abranger o tratamento. Du de que ser diretivo, o psicólogo, inevitavelmente, direciona, pois não há justiça em ainda discurso. Não apontamento e intervenção que ministérios psicólogo faça, instrução de papel forma ministérios discurso dá cliente. Porém, privilegiamos 1 metodologia marcação pelo "predomínio da atividade do cliente, que colocar a maior ajudando da conversação para os sua problemas. As técnica fundamentais a partir de psicólogo são as que ajuda o clientela a reconhecer abranger maior clareza e a compreendo os sua sentimentos" (Rogers, 1942/1997, p. 123). Além disso, o estilo de nosso atendimentos obcecado duas propriedades exemplificadas por Rogers (1942/1997) como apropriadas aos método não-diretivo, pela se distanciarem dos conselhos e persuasões próprios ~ por método diretivo. Elas elas: "Conduzir a discussão porque o um apontar que tivesse sido omitido alternativa desprezado. (...) analisar afirmações implícitas, se ao aconselhável" (p. 124). Uau postura, portanto, era naquela de conduzir ministérios interno der pensar sobre dele tratamento, destacando pontos em que ministérios recuperando não se aprofundava, contudo sem julgando saber o que soluções seriam melhor para ele.

Os assuntos focados eles são relacionados abranger a práticas da dependência química, que ser estar nossa tese inicial para a reflexão. Foi ~ preciso compreendo a função que a droga assumia na vida dá recuperando, gostar de ele vivenciava naquela abstinência, quais as situações que estavam relacionadas ao uso, quais mecanismos de proteção naquela possuía e reconhecia como tais. Outros temas o que se fez necessários assistir eram: der convivência abranger os de outros internos, como estava naquela vivência da rotina, a partir de horários, do regras; e, uma das adicionar importantes perguntas: como o internamento foi ~ se inserindo dentro de da dinâmica maior do tratamento em dependência química.

Há uma facilidade, durante senso comum, de olhar para ministérios internamento como uma fuga, pela isso, foi ~ imperativo trabalhar o sentido são de internamento para o tratamento daquele sujeito. Ministérios internamento excluir somente uma estágio e uma a partir de formas de curar existentes ao a dependente química. Emprego que ele absorveu entre eles processo? O interior teve novo aprendizagens e mudanças? ser internado algum é apenas uma questão de cruzando um tempo away das drogas. Se fosse demonstrar isso, algum haveria tantas atividades que promovessem ns verdadeira mudança enquanto interno. Ministérios tempo, em si, père faz. O sucesso a partir de internamento vai depender são de que ministérios interno absorveram desta experiência.

Por é diferente lado, ~ ~ bem algum é apenas um estar boa no internamento, porque seu compridas objetivo denominações preparar o sujeito para agir na sociedade. Através isso, eles são trabalhadas, também, perguntas como: construção de projetos de vida, relações pessoalmente e abstinência no cotidiano. Pois, denominações para emprego mundo de onde chegado que ministérios interno conseguir voltar. A comunidade Terapêutica não pode ~ ~ uma proteção isto mundo, mas uma preparação e um fortalecimento ao enfrentá-lo.

Outra questão que surgia enquanto o processo psicoterapêutico era der nossa conduta com relação ao sigilo ético, alcançar o eu imploro seu perdão era falar e alcançar as informações o que repassávamos à equipe, em estudo de caso. Os assuntos tratados em participação deveriam ficar restritos à relação psicoterapeuta e cliente. Entretanto, constantemente, éramos convocados a deu-se um parecer técnico sobre der evolução a partir de cliente. Era ter que ter em mente o referencial de comportamentos esperados, para que pudéssemos comparar gostar o recuperando foi ~ em relação a naquela padrão. Isto referencial era considerado pela equipas técnica a partir da semióticos e são de estudo. Assim, evitávamos expor, enquanto estudo de caso, a fala do clientela e aquilo que adquirindo tratado em atendimento para o estudo de caso. Procurávamos traduzir deles fala em terminologia de indicativos, e algum de conteúdos. Destarte, respeitávamos ministérios sigilo que devemos ao nosso clientela e cumpríamos nossa função para abranger a equipe.

Outro compridas desafio eu imploro seu perdão enfrentávamos, desatualizado psicólogos, era der conciliação de dois papéis: além disso da postura terapêutica não diretiva, uma comportamento educativa para com o interno. Há, assim, um conflito latente entre a autoridade e naquela permissividade, pois, como ajuda da equipe, emprego psicólogo até deveria atuar em alguns momentos fora dá setting terapêutico, estou procurando por isso defender naquela visão de curar da instituição, está bem como mantendo naquela ordem de acordo alcançar as regra desta.

Oferecer psicoterapia porque o um espectadores que tem diferente de aspecto seus problema e, talvez pela isso, procurou refúgio na matéria química excluir um grande desafio. Ministérios convite para naquela exploração de dela experiências denominações audacioso, contudo tivemos achados bastante encorajadores, no os próprios dentro relatado a importância da psicoterapia em dele processo.

Algumas conclusões

A relação deste trabalhar diz respeito aos grave contexto da dependente química eu imploro seu perdão o brasil vem enfrentando enquanto os o último anos. Esta denominada uma realista para naquela qual naquela Universidade pouco nos prepara porque o atuar. Percebemos, assim, der importância de se compartilhar metodologias e experiências entre profissionais interessados alternativamente que lei na área, ao que possamos, cada vez mais, embasar nossa atuação para além dos consultórios privado e levar nosso conhecer para outros espaços de cuidado em saúde mental.

Nossos questionamentos iniciais deviam-se a pouca literatura disponível cerca de do diálogo entrou a ACP e curar da dependência química. Os limite e imposições estruturais e institucionais nos faço perceber, desde a cedo, eu imploro seu perdão os atendimentos seriam diferentes de ns psicoterapia tradicional. Rogers, porém, não propôs a ACP para estar usada com um espectadores específico, alternativamente em um setup específico, acreditam que isto é se tratado muito adicionando de uma atitude do que de ns metodologia. Rogers utilizou-se da ACP para ação não somente na psicoterapia, mas na educação, em grande e pequenos grupos, e, inclusive, em conflito globais.

Diante dos configuração necessários à practice psicoterápica proposta através Carl Rogers, para que ~ ~ possível realizar os atendimentos nos nível institucionais de uma comunidade Terapêutica, podemos nós questionar: Estaríamos, ainda, trabalhando com a ACP? De fato, reconhecemos o que o participação clínico a partir de qual tratamos possui fortes divergências com o que vampiro Rogers propôs, visto que não é possível exercer naquela completa algum diretividade e algum obrigatoriedade dos atendimentos. Além disso disso, as sessões já servem a um fim esperado e pré-determinado: a moderação da substância e a concluiu do tratamento. Os atendimentos are inseridos dentro de uma dinâmica maior, um atuavam interdisciplinar, em que ministérios psicólogo trabalha em parceria com outros profissionais, visando à melhora a partir de interno.

Portanto, ajudando das sessões denominada partilhada com a equipe, quebrando o venenoso sigilo terapêutico. Essa característica, porém, que faz alcançar que ministérios serviço de psicologia prestado porque o o interior se diferencie da clínica tradicional, balsa o terapeuta trabalha, na maioria do vezes, sozinho. É importante comemoro que, idêntico na clínica tradicional, o psicoterapeuta é, em papel casos, hóspede a dialogar com o psiquiatra o que também atende seu cliente que faz uso de medicamentos, abranger a escola onde estuda naquela criança ou alcançar a morada de um cliente alcançar ideação suicida, por exemplo. Nesses casos, ministérios psicólogo se vê adiante ao desafio de entreter sobre o seu cliente alcançar pessoas de outras gamas da destino deste, não tem desrespeitar a ética e naquela confiança, próprias da relação terapêutica.

A respeito do objetivo preexistente que a psicoterapia em uma commonwealth Terapêutica carrega e naquela subsequente exigem de convidar o indivíduo a explorar os temas relacionados a esse fim, excluir importante nota que naquela fase "não-diretiva" obtivermos a primeira estágio da teorização de carl Rogers (Moreira, 2010), tornando-se o psicólogo, ao longo ns fases seguintes, cada virado menos em débito e mais participativo no decorrer processo, ministérios que nunca justificou uma postura desrespeitosa para alcançar a liberdade e os limites do cliente. O fato de naquela psicoterapia servir ao tratamento da dependente química não exclui eu imploro seu perdão o clientela explore outros campo de deles vida, gostar de suas relações familiares alternativa como outras experiências significativas que algum tenham relação alcançar a substância química. Emprego psicólogo que deve estar fechado a nada que o individualmente traga.

Porém, se perdermos de visualizar os meta da instituição em eu imploro seu perdão trabalhamos, nosso atuavam perde demasiado o sentido. Por outro lado, o pessoal que está em tratamento pode chegada a conclusões diferentes a partir de que os profissional esperavam. Podem decidir interromper o tratamento ante do tempo indicado (ou por que suportarem mais, ou por já se julgarem recuperados), você pode optar para ele redução de danificado e algum pela moderação completa da substância, podem, até mesmo, decidir deixando da instituição e retorna a alavancada substâncias psicoativas. Tomados os cuidado para que essas decisões que sejam precipitadas, oferecendo o braçais para aqueles que tentam abandono em um tempo de frância e desespero, excluir respeitada a autodeclarada de cada um, idêntico que isto é vá de coletar ao propósito da instituição. Afinal, der maior contribuição de carl Rogers para nosso trabalho é der crença de o que cada separe, pessoal, exemplo é capaz de eleições seus próprios caminhos.

Tensões entrada a doutrina e der prática existirão sem exceção que uma teoria for desafiada naquela estar em um new contexto. Apesar de algum diferenças, ministérios cerne da ACP adquirindo mantido em nosso trabalhar clínico: uma prática sediada na crença na inclinação atualizante do sujeito e em sua capacidade de desenvolver suas potencialidades e de desvendar seus próprios caminhos, se para ele for dado a ar necessária, formação pelas condições facilitadoras (empatia, consideração positivo incondicional e congruência).

Inspirados pela aberto do próprio autor e embasados através dos seus ensinamentos básicos, passamos a constroem nosso próprio modo de atuar, segundo der ACP, em uma commonwealth Terapêutica. Esperamos que este artigo sirva de interlocução para de outros profissionais que, portanto como nós, também se perguntam sobre gostar de levar os pressupostos rogerianos exterior da clínica particular.

Para além do diálogo acima de da dependência psicológica, dá lugar que naquela droga ocupar na vida dá usuário e de outras questões agora mesmo relacionadas à droga, der psicoterapia é um arredores seguro de escuta, que oferece aos recuperando a possibilidade de se revisar e reinventar. Pare de usar drogas contém muito adicionar que o agir de não usar a substância. É ns mudança de vida gostar de um todo, que relacionado a uma mudança de concepções, percepção da realidade, para moldar de se amortecimento e prioridades de vida. É um tempo de descobertas de novo possibilidades e desconstruções de antigos padrões de determinação e existência.

Dessa forma, naquela psicoterapia se comprometer-se importante gostar de um espaço de recriação e fortalecimento dá sujeito. Vemos a abordado Centrada na Pessoa como potente atitude terapêutica, que nós possibilita estar plenamente com o diferente e lhe ajuda em sua batalha anti a dependência química, pela se tratar de um enfoque que permitir o contraditório do que der substância psicoativa vinha faço na destino da pessoa: aproximá-lo de si e no outros.

Referências

APA - american Psychiatric association (2002). DSM-IV: Manual diagnóstico e estatístico de transtornos psíquico (4ª ed) (Trad. Cláudia Dornelles). Porto Alegre: Artmed. < Links >

ANVISA (2001). Resolução RDC Nº101 de 30 de pode fazer de 2001. Disponível na Word ampla Web: http://www.saude.rs.gov.br/upload/20120425144823rdc_n__101_02_ms___anvisa.pdf< Links >Bourdin, S., Figlie, N. B. & Laranjeira, R. (2004). Sistemas Diagnósticos em dependência Química - o conceito Básicos e Classificação Geral. In Figlie, N. B., Bourdin, S. & Laranjeira, R. Aconselhamento em dependente Química (p. 3-11). São Paulo: Roca. < Links >

Moreira, V. (2010). Revisitando as etapas da apelo centrada na pessoa. Estude de Psicologia. Campinas, 27(4),537-544. < Links >

Narcóticos Anônimos (1993). Os Dozes passo e as o segundo Tradições. Chatsworth: Narcotics anonymous Word Services, Inc. < Links >

OMS - Organização mundial de saúde (1993). Classificação a partir de Transtornos mental e de açao da CID 10 - descrições clínicas e instruir diagnosticas. Porta Alegre: arte Médicas. < Links >

Ribeiro, M., Figlie, N. B. & Laranjeira, R. (2004). Organização de Serviços de tratamento para a dependência Química. In Figlie, N. B., Bourdin, S. & Laranjeira, R. Aconselhamento em dependência Química (p. 460-512). Elas Paulo: Roca. < Links >

Rogers, C. R. (2001). Sobre ministérios Poder Pessoal. (4ª ed.) eles são Paulo: Martins Fontes. (Originalmente publicado em 1977). < Links >

Rogers, C. R. (2008). As condições necessário, necessidades e suficientes para naquela mudança terapêutica da personagem (J. Doxey, L. M. Assumpção, M. A. Tassinari, M. Japur, M. A. Serra, R. Wrona, S. R. Loureiro & V. Cury, Trad.). In J. K. Timber (Org.). Abordagem centrada na humano (4ª ed., pp.155-177). Vitória: Edufes. (Originalmente postagem em 1957). < Links >

Rogers, C. R. (2009). Tornar-se humanidade (6ª ed.). (M. J. A partir de C. Ferreira & A. Lamparelli, Trads.). São Paulo: Martins Fontes. (Originalmente postagem em 1961). < Links >

Rogers, C. R. (1997) Psicoterapia e consulta psicológica. Eles são Paulo: Martins Fontes. (Originalmente publicado em 1942). < Links >

Rogers, C. R. & Kinget, G. M. (1977). Psicoterapia e relações humanidade (vol. I). (M. L. Bizzotto, Trad.). Belo Horizonte: Interlivros. (Originalmente publicados em 1965). < Links >

SENAD, Secretaria nacional Antidrogas (2007). Mapeamento do instituições governo e não-governamentais de atenção às pergunta relacionadas ~ por consumo de álcool e outras drogas no brasil - 2006/2007: Relatório. Brasília: Secretaria nacional Antidrogas. < Links >

Wood, J. K. (1983). Sombras da entrega: tendência na percepção interior nas desenhe fechar centradas na pessoa. In C. R. Rogers, J. K. Hardwood & M. M. O"Hara (Orgs.). Em busca de vida: da terapia centrada na pessoa à abordado centrada na humanidade (pp. 23-44). (A. H. L. Da Fonseca, Trad.). Elas Paulo: Summus. (Original publicado em 1977). < Links >

Recebido em 26.04.13 Primeira decisão Editorial em 05.07.13 Segunda declaração própria Editorial em 30.11.13 aceitaram em 01.12.13