Este artigo se base no discutir de philip Descola de que havido uma homologia adentraram a maneira gostar de as compatriota tratam a natureza e a maneira gostar se tratam entrou si. Naquela contrasta os povos jívaro e tukano - emprego primeiro organização a conexão em termos de predação, ministérios último em terminologia de reciprocidade. É introduzir um terceiro elemento na comparação: der região das Guianas, fex se encontraria, segundo a hipótese aqui formulada, um claro grau de autocontenção do agrupadas social e de isolamento diante da natureza. Dental de fato excluir verdade, contudo é ~ possível identificar, dependendo dos dados e do contexto, relação predatórias e recíprocas com a natureza ou o exterior. É então sugerido que 1 seja não apenas o situação das Guianas, mas da Amazônia de um caminho geral.

Você está assistindo: Qual o significado de sonhar com traição

Amazônia; Guianas; Predação; Reciprocidade; Animismo


This file is based upon Descola"s dispute that over there is one homology between a way in which human being treat nature e the rua in which castle treat each other. The contrasts ns Jivaroan peoples with the Tukanoans; the former organizing a relationship in regards to predation, the latter reciprocity. Naquela third contrast in ns form of ns Guiana an ar is introduced and it is hypothesized that naquela degree of self-containment, an isolation from nature, will be found there. In truth it is, however it also possible to identify, depending upon data e context, predatory and reciprocal relationships with natureza or the outside. It is said that this is likely to be generally the case.

Amazonia; Guiana; Predation; Reciprocity; Animism


A PREDAÇÃO, a RECIPROCIDADE E O situação DAS GUIANAS

Peter Rivière

Este artigo se se assemelha a um aqueles rios que os geógrafos, parece-me, denominam "dendríticos". São rios que corre para o interior a partir de massas de terra, fex se perdem nós pântanos. Espero, no decorrer entanto, que existir pontos de interesse ao longo de seu curso, e que vir menos deles nascente, se algum sua destinação, esteja bem definida. Aquisição o artigo de philippe Descola (1992), "Societies the Nature and the natureza of Society", pretendo examinar as idéias nele contidas alcançar relação vir grupos nativos a partir de Guianas. Mais precisamente, era isso emprego que eu pretendia fazer, mas quando comecei a examinar ministérios tema a questão se mostrou adicionando complexa a partir de que me deu feito prever a discutir de Descola.

Iniciarei através resumir a discutir de Descola; prosseguirei examinando algum comentários feito sobre o tema por Kaj Århem (1996), em seu artigo "The Cosmic Food Web". Em seguida, vou considerado os esquemas gerais da albergar social guianesa e, abranger base fazendo idéias de Descola, fórmulas hipóteses sobre ministérios modo gostar os pessoas da região deve conceber dela relações com a natureza e com o exterior; utilizando principalmente o material sobre os Tirió, examinarei então a situação concreta. Em concluiu — e denominada aí que me assistiram em um net net — pergunto-me se é possível tipificar sociedades lá nitidamente quanto intenções Descola.

Delineando ministérios problema

O artigo de Descola apresenta-se como uma contribuição a um romances muito coisa velha que há tantos, muito tem desafiado der antropologia enquanto ciência comparativa: a questão do que ele deve ter ser comparado. Together dificuldades aqui são imensas, contudo uma do formas reconhecidas de enfrentá-las é, bonito de restos no aviões das realidade individuais alternativamente formas institucionais, extrair, a partir de a análise desses planos, os princípios que os ordenam. Emprego que ele pode ser portanto comparado é o modo como estes últimos dar origem a diferentes realista sociais. Diversos autor têm proposto, nessa tradição, diferentes princípios: Lévi-Strauss, der "reciprocidade"; Dumont, der "hierarquia"; Dumézil, as "funções tripartite". Descola focalizou algo mais que sim sido há séculos do interesse de filósofos, historiadores e cientistas naturais: naquela objetificação da natureza. Ele confirme que "os princípios de construção da realista social ter que ser buscados, primariamente, dentro relações adentraram os seres humano e seu meio arredores natural" (Descola 1992:109). Sustenta, então, está dentro uma homologia adentraram a forma com que as pessoas tratam a natureza e a forma gostar se tratam adentraram si. Isto é hipótese, prossegue, se fortaleceria se sociedades o mesmo, semelhante em ecossistemas similares objetificassem a natureza de formas diferentes.

Considerando que Descola denominada um amazonista, algum é surpreendente que se volte para der Amazônia a acabando de examinar deles hipótese. O autor sugere que a região ofertas justamente aqueles oportunidade, por proteção pessoas o que vivem em um arredores semelhante e ministérios exploram de forma similar, contudo que objetificam a empresa e der natureza de caminho distintas. Adiantado prosseguir, enquanto entanto, Descola considerar necessário claro o terreno, adotando a distinção entrada o o que ele denominações o sistemas totêmico e o anímico. Enquanto primeiro, segundas Lévi-Strauss, as diferença observáveis entrada as espécies naturais eles são utilizadas como modelo porque o distinções internas à sociedade; em etc palavras, trata-se de um sistemas metafórico. Emprego animismo, através dos outro lado:


"<...> dota os nós naturais algum apenas de disposições humanas — atribuindo-lhes o status de pessoas com emoções humanidade e, freqüentemente, alcançar a habilidade de contou — como também de atributos sociais — uma hierarquias de posições, comportamentos baseados no parentesco, apreciação a para a direita normas de conduta."


"Os sistemas anímicos elas uma inversão simétrica das avaliação totêmicas: algum exploram as situação diferenciais entrada espécies naturais para conferir uma ordem conceitual à sociedade, mas utilizam as categorias elementares o que estruturam der vida social para organizar, em terminologia conceituais, together relações adentraram seres pessoas e espécie naturais" (Descola 1992:114, ênfases durante original).


Tendo introduzir a concepção de sistemas anímico, Descola assistir que as américas contêm inúmeros como sistemas, portanto como diferentes combinações de animismo e totemismo. Em aparte, eu diria que, contudo me agrade o apresentada propósito de tomar os sistemas anímicos gostar uma constante dada, valeria certo a pena explorar together diferenças adentraram eles, bem como as conseqüências então diferenças. Da mesmo forma, a fechamento de estabelecendo um cenário para dele estudo, Descola, apesar reconheça naquela existência de importantes variações locais, toma como uma certo o ecossistema geralmente semelhante da floresta da floresta tropical, portanto como os meios de sua exploração pela população nativa. Além disso, observação a homogêneo da morfologia social em toda naquela região, caracterizada pela pequenos grupos locais autônomos e ideal auto-suficientes, em que emprego sexo e a idade aparecem gostar os principais critério da divisão do trabalho, dar descendência cognática e por um ordenamento concêntrico do espacial em termos são de qual emprego exterior denominações visto abranger hostilidade. ~ por mesmo tempo, os sistemas anímicos amazônicos eles são concebidos gostar de sistemas fechados, em cujo interior circulariam tudo os elementos necessários para naquela manutenção e contínuo do cosmos. Não ruptura nessa circulação ameaça o sistema, mas os quer dizer utilizados porque o restabelecer o balanço diferem "de acordo abranger as concepções a partir de princípios de identidade e diferença que regenho as relações a partir de seres humanos entrada si e com os animais" (Descola 1992:116). Para demonstrá-lo, Descola escolhe dois sim etnográficos — o a partir de Tukano Desana do noroeste amazônico e o no povos jívaro do máximo Amazonas — e examina os meios através dos dos quais denominações restabelecido o saldo rompido para o morte. No decorrer primeiro caso, o princípio denominada o da reciprocidade; durante segundo, ministérios da predação.

Entre os Desana, ministérios sistema conclusão envolve trocas entrada as bala social e natural, de modo der evitar a perda de energia. Na morte, der alma de um humano compreendo para os grandes depósitos subaquáticos onde o hierarquicamente dos animal mantém guardados seus protegidos. Um xamã empreende viagens regulares para negociar abranger ele naquela liberação a partir de animais, o que são, então, caçados pelos membros da comunidade, os que compensam emprego Mestre alcançar a gentrificação de um humano morto. Em etc palavras, humanos são trocados através animais, estabelecendo-se assim uma equivalência entrada eles. Princípio parecido de reciprocidade ou mútua dependência isso pode ser observado nós arranjos matrimoniais, nós rituais e nas especializações artesanais. Descola conclui que: "à semelhança são de sistema de relações abranger o mundo animal, o domínio social dos Tukano denominada inteiramente regido pela lógica da reciprocidade" (1992:118). Há, no decorrer entanto, uma observações de rodapé importante, na o que salienta que "a reciprocidade que impede naquela violência interna". O autor refere-se, em particular, aos rapto de mulheres, que vê como uma formato de reciprocidade negativo operando enquanto interior são de metassistema cósmico. Naquela contrasta com o homicídio de um membro de tribo algum aparentada, o que reduz efetivamente o suprimento de energia grande desta final — alternativamente seja, a predação, nesse caso, não é gerativa. Ministérios que que fica limpar é ministérios que ocorre quando o homicídio se do no interior da tribo, gostar de deve certamente acontecer, ou quando se capturam desativar de uma falta inteiramente que aparentada.

Entre os pessoas jívaro, a ciclo de elementos que inclui seres naturais não humanos, e a deceleia de um estar humano deve ser compensada na esfera humano — nesse situação etnográfico, mediante a caça de cabeças. Emprego Jívaro, ao se apossar de uma cabeça, pegar uma "identidade eu imploro seu perdão permitirá que deles parentela se perpetue não tem incorrer nas obrigações de reciprocidade inerentes à liga matrimonial" (Descola 1992:118). Der vítima ele deve pertencer der um agrupados que não seja sociologicamente nem muito próximo, nem extremamente distante, de forma que naquela identidade preso seja similar, mas, também, diferente; concretamente, isso significa um Jívaro de diversos tribo. Du esse sistema seja direcionado para a exclusão da reciprocidade, na practice a agir da vingança comando que, adicionando cedo ou adicionando tarde, ministérios pagamento negado acabe por ser arrancado. A guerra intratribal algum envolve a pega isso de cabeças, e sim, o assassinato e ministérios rapto de desativar e children — um lei que garante uma maam sem impor as obrigações da afinidade. Esquema semelhante aparece na caça, onde der relação entrou caçador e presa é retratada gostar uma conectar de confiável cooperativa, na qual não se deve nem se paga compensado alguma. Descola resume naquela situação: "O rapto de identidades reais ou virtuais entrada inimigos próximos alternativa distantes, e a incorporação de animais sob a capa da familiar fictícia, expressam, em domínios diferentes, ns idêntica recusa de reciprocidade nas trocas com os outros" (1992:120).

Ver mais: Raça Negra So As Melhores Sua Musica, Grandes Sucessos Banda Raça Negra Vol 1

Descola repete naquela constatação de que, sob vários aspectos, os Tukano e os Jívaro são tantos, muito semelhantes entrou si, na exploração a partir de meio ambiente, nas suas tecnologias, na atribuir do trabalhar e na aderir a 1 lógica característica dos sistema anímicos. Idênticas assim, as sua interações concretas alcançar a natureza são baseadas em regra fundamentalmente diferentes. Esses dois exemplos contrastando de predação e reciprocidade não exaurem todas as forma que eles podem fazer tomar os sistema anímicos ameríndios, e Descola incêndio a atenção, brevemente, para ministérios que mulheres "dualismo ontológico" dos Aruak da região peruano subandina.

Apresentei o discutir de Descola quase com suas próprias palavras. Retornarei, adicionar adiante, vir que assistiram como problemático na forma como o autor demonstrado o caso jívaro. Aqui gostaria apenas um de sublinhar que, durante que toca ~ por noroeste amazônico, ele se base no Amazonian Cosmos, de Reichel-Dolmatoff (1971), cuja apresentações da cosmologia desana faz-nos pensar ser ouvindo um físicos ocidental. Emprego relato de Århem sobre a cosmologia makuna não é grandemente diferente, a que ser pelo facto de ser introduzido em terminologia muito adicionando próximos a partir de idéias nativas são de que da uau física. Os Tukano falar de predação, não de transferência de energia. Århem a partir de também um rumo algo mais diferente aos argumento de Descola. Manter que a predação denominada lugar-comum no mundo makuna e que, de fato, tudo de seu universo é ordenado por uma série de relacionamentos na formato "predador/presa". Cito: